Obesidade na Gravidez

Obesidade na Gravidez

Você, futura mamãe, já parou para pensar no quanto o ganho de peso excessivo durante a gestação pode ser prejudicial para você e para o seu bebê?

Todos sabem que durante a gravidez há um aumento no apetite da gestante, mas isso não é motivo para se descuidar e engordar além da conta. Pelo contrário! Em geral, para mulheres com IMC normal recomenda-se um ganho de 10 a 12 kg durante a gestação e, para mulheres com sobrepeso ou obesas, é recomendado o ganho entre 6 e 7 kg.

Durante a gestação, a energia consumida tende a ser armazenada como gordura no organismo materno devido às mudanças no metabolismo nesse período. Mas o ganho de peso deve ser monitorado de perto durante todo o pré-natal pois aumenta significativamente os riscos de complicações obstétricas e clínicas tanto para a mãe como para o bebê.

O grande número de casos de sobrepeso e obesidade na gestação tem despertado o interesse de pesquisadores e profissionais de saúde. Ganhar peso excessivamente na gravidez ou iniciar esse período com sobrepeso ou obesidade são fatores de risco para complicações sérias como dislipidemia, diabetes mellitus, doenças cardiovasculares, hipertensão arterial e pré-eclâmpsia, principalmente no final da gravidez. A obesidade gestacional está associada ao maior índice de mortalidade dos recém-nascidos, principalmente no período perinatal, além do nascimento de bebês com anomalias congênitas neurológicas e cardíacas. A média de peso dos recém-nascidos também é maior que o normal, o que pode provocar complicações durante o parto, contribuindo para a maior taxa de cesáreas.

A amamentação durante os primeiros 6 meses de vida, além de ser importante para o desenvolvimento do bebê, também auxilia no restabelecimento da massa corpórea materna e é comum mulheres que amamentam perderem peso rápido após darem à luz. No entanto, algumas mães “apostam” neste fato para engordar livremente durante a gravidez, sem levar em conta que isso não é uma regra para todas as mulheres e, principalmente, sem considerar todos os riscos que a obesidade gestacional pode trazer para ela mesma e sobretudo para a vida do seu bebê.

Por tudo isso, futuras mamães, é importante tentar manter o peso corporal o mais próximo possível do normal antes da concepção, preparando-se para não iniciar a gravidez com sobrepeso ou obesidade. Quando isso não for possível (afinal, muitas vezes a gravidez não é planejada), lembrem-se de que fazer dieta para perda de peso durante a gravidez não é recomendado, pois pode colocar a sua vida e de seu bebê em risco!!

Mas é possível sim fazer um planejamento adequado SEMPRE SOB A ORIENTAÇÃO DO SEU MÉDICO E DO SEU NUTRICIONISTA para evitar ganho excessivo de peso, combinando uma alimentação balanceada e a prática regular de atividade física.

Facebook Comentários
Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *