Dieta LowCarb: tudo o que você precisa saber

Dieta LowCarb: tudo o que você precisa saber

Já ouviu falar que o consumo de carboidratos pode atrapalhar na perda de peso? Sim? Bem, na verdade, o carboidrato é um componente fundamental da nossa alimentação e não deve ser visto como vilão. O problema é que quando consumimos algo em excesso é normal o organismo entrar em desequilíbrio. É muito importante que uma alimentação balanceada faça parte da sua rotina. Dentre as mais dietas buscadas no consultório está a LowCarb. Mas você sabe exatamente o que ela propõe?

O que é a dieta LowCarb?

Diferente do que muitos pensam, a dieta LowCarb não proíbe o consumo de carboidratos. Low significa baixo, portanto, a tradução correta seria uma dieta BAIXA em carboidratos e não NoCarb (“Sem Carboidratos”). Rsrs

Sua base consiste apenas em uma menor ingestão, fazendo uma redução gradativa no consumo, pois quando retiramos uma grande quantidade de carboidratos de uma vez, especialmente os refinados, e mantemos o nosso corpo em um DÉFICIT CALÓRICO, estimulamos um novo processo chamado GLICONEOGÊNESE, onde a própria gordura corporal ficará disponível como fonte de energia. Existem algumas variações da dieta, com diferentes restrições aos tipos de carboidratos que podem ser consumidos.

Como regra geral, a proteína (fornecida por carnes e ovos, queijos, por exemplo) torna-se o principal nutriente do plano alimentar além das gorduras. Como a dieta Low Carb diminui drasticamente um dos pilares da alimentação, ela pode ser seguida apenas por um período determinado, ou até que o objetivo seja alcançado, não precisa virar uma religião ou partido político como muitos defendem de forma ferrenha o LowCarb Diet.

Após este tempo, o carboidrato deve ser inserido aos poucos na rotina alimentar, até que chegue à quantidade ideal para a sua dieta, sempre com alguma atividade física.

É muito importante que a reinserção de carboidratos na dieta seja feita gradualmente, assim como a retirada, para que o seu organismo vá acostumando com a ingestão.

O que pode comer na Dieta Low Carb?

Durante o processo, o carboidrato natural dos cereais integrais (consumo muito moderado, pessoal!) e das frutas (preferencia sempre para frutas de baixa carga glicêmica) devem ser privilegiados, além claro das verduras e legumes (cuidado com os tubérculos, já que tem bem mais carboidratos) que estão liberados. A gordura da dieta vem, em sua maioria, de castanhas, azeite de oliva e peixes. Os cortes de carne mais gordos, são reduzidos para manter o equilíbrio e o déficit calórico – fator fundamental para o sucesso do emagrecimento.

Doces, refrigerantes, suco de frutas (Exceto limão, morango, acerola, maracujá –desde que puros), pães, massas e alimentos processados, cerveja, não são permitidos, ou seja, o maior corte de carboidratos na Dieta LowCarb são os refinados e industrializados (TRANQUEIRAS), que estão mais ligados ao ganho de peso.

Para quem é indicada?

Apesar de diversas dietas terem a característica de diminuir o carboidrato, a Low Carb não deve ser seguida por qualquer pessoa. Toda mudança em seu plano alimentar deve ser feita com orientação profissional, já que o efeito em seu corpo vai além de perda de peso.

A indicação médica geralmente é para pessoas que tenham uma maior necessidade de perda de peso ou portadores de doenças como diabetes, esteatose (gordura no fígado), síndrome metabólica, dislipidemias e resistência à insulina. Os benefícios são maiores para esses indivíduos, visto que os níveis de gordura são monitorados de perto. Os diabéticos em particular, além do controle de taxa de glicose, devem consultar o médico para ajustes na medicação principalmente a dose de insulina.

A dieta da moda nem sempre é pra você. Cada um tem seu objetivo, gostos e rotinas, nem sempre o que funciona para um, funciona para todos. É preciso entender a dieta como uma mudança de hábito, um novo estilo de vida.

Facebook Comentários
Share

Posts Recomendados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *